Imprensa Notícias
Fonte: Jornal o Globo

Eleitor tem 30 dias para regularizar o título eleitoral

09 de Abril,2018

Os eleitores podem transferir, atualizar ou emitir o título eleitoral até 9 de maio para participar das eleições de 2018. O 1º turno ocorre em seis meses, no dia 7 de outubro. Se nenhum dos candidatos a presidente ou governador tiver mais da metade dos votos válidos, o 2º turno deve ocorrer em 28 de outubro.
Os eleitores votam neste ano para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual ou distrital. O voto é obrigatório no Brasil. Apenas eleitores que têm menos de 18 anos ou mais de 70 anos não possuem a obrigatoriedade do voto. O voto também é facultativo para aqueles que estão cadastrados como analfabetos.


Para transferir o título, o eleitor deve residir a pelo menos três meses no novo município. Ainda é necessário, no mínimo, um ano da data do alistamento eleitoral ou da última transferência do título. 
Em nosso município não há ainda o cadastramento biométrico, portanto se você já vota em Tapurah, e encontra-se com a situação regular não há necessidade de comparecer até o encerramento desse prazo.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA TODAS AS SITUAÇÕES (1ª E 2ª VIA, REVISAO):
•    documento oficial com foto ou Registro de nascimento/casamento (originais)
•    título de eleitor (caso possua, para os casos de transferência, revisão e 2ª via)
•    comprovante de residência  (regras abaixo)
•    alistamento militar  (para primeiro título de homem entre 18 e 45 anos)

Documentos aceitos como comprovante de período de residência:
    Conta de energia elétrica, água ou telefone; 
    faturas que contenham nome do cidadão, endereço e data; 
    contrato de locação, cessão ou arrendamento de imóvel;
    envelope de correspondência;
    nota fiscal, carnê etc;
    holerite de pagamento emitido por instituição pública ou privada, da qual conste o local de trabalho;
    Declaração de instituição de ensino que comprove ser estudante da rede pública ou privada de ensino;
    Carteira de Trabalho e Previdência Social, devidamente assinada, da qual conste o local de trabalho em Tapurah. 
    certidão circunstanciada emitida pelo órgão ou entidade pública, da qual se infira ser o requerente seu servidor ou empregado; 
    escritura pública de imóvel devidamente registrada; 
    boleto de pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU, relativo ao exercício anterior.
    boleto de pagamento do Imposto Territorial Rural – ITR, relativo ao exercício anterior .

ATENÇÃO:
Os documentos comprobatórios de domicílio eleitoral devem estar em nome do requerente, de seu cônjuge ou companheiro, pais, filhos, avós, netos, sogro ou sogra. (mediante a comprovação de vinculo através da apresentação da certidão de nascimento; casamento, contrato de união estável ou certidão de nascimento dos filhos do casal).